Ativistas de Hong Kong condenados à prisão

Ativistas de Hong Kong condenados à prisão
Direitos de autor ANTHONY WALLACE/AFP
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Joshua Wong, Agnes Chow e Ivan Lam considerados culpados de participar em manifestação ilegal a favor da democracia no território

PUBLICIDADE

Joshua Wong, Agnes Chow e Ivan Lam foram condenados a penas entre os sete e os treze meses e meio de prisão. Os três ativistas, membros do movimento pró-democracia de Hong Kong, foram considerados culpados de participar numa manifestação ilegal contra a polémica lei de extradição imposta por Pequim ao território.

Os advogados dos três ativistas tinham pedido clemência, baseando-se no facto de serem jovens e de não terem participado em nenhuma ação violenta durante os protestos do ano passado contra o governo.

Os três defensores da democracia arriscavam três anos de prisão e viram as sentenças reduzidas depois de se terem declarado culpados. A Amnistia Internacional já veio exigir a sua libertação e queixou-se de violação da liberdade de expressão. Joshua Wong, por sua vez, manifestou-se nas redes sociais para dizer que a luta continua, mesmo atrás de grades.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Formalizada acusação contra ativistas em Hong Kong

Polícia de Hong Kong detém 50 ativistas pró-democracia

Arranca novo julgamento dos quatro egípcios acusados de matar estudante italiano Giulio Regeni