Última hora
This content is not available in your region

Reino Unido dá início ao processo de vacinação

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Reino Unido dá início ao processo de vacinação
Direitos de autor  Hans Pennink/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

O resto do mundo está de olhos postos no Reino Unido. Esta terça-feira são aplicadas as primeiras doses vacina da Pfizer/BioNTech, em 50 centros hospitalares, incluindo o Kings College no sul de Londres. A vacina que deve ser armazenada em embalagens ultracongeladas contendo 975 doses. Chegaram 800 mil doses ao país.

De acordo com o NHS, a vacina será oferecida a pacientes com mais de 80 anos que já tenham consultas em centros hospitalares como este no sul de Londres e qualquer paciente em processo de alta também será vacinado. Foi pedido aos lares de idosos que enviem as suas equipas para vacinação.

Para Peter Openshaw, especialista em imunologia de renome mundial, este é um dia importante: Acho absolutamente fantástico que tenhamos passado da descoberta do vírus até às primeiras vacinas em menos de um ano. É um tributo incrível à velocidade que a ciência consegue trabalhar e também à velocidade com que os reguladores, políticos, financiadores e todos conseguem trabalhar em conjunto para chegar a este ponto."

Acho absolutamente fantástico que tenhamos passado da descoberta do vírus até às primeiras vacinas em menos de um ano.
Peter Openshaw
Especialista em imunologia

No entanto, os obstáculos logísticos são enormes. O principal virologista de Londres, o professor Gary McLean, e sua equipa conhecem os desafios de operações de vacinação delicadas. A vacina da Pfizer/BioNTech deve ser armazenada a menos 70 Celsius e não pode ser facilmente dividida em pequenos lotes e transportada:“Estou preocupado que seja muito difícil com esta vacina em particular, mas teremos outras em breve. Acho que o governo está a jogar um pouco, sugerindo que precisamos desta vacina - conseguiram-na cedo, numa altura que acham que está pronta. E, no próximo ano, provavelmente, passaremos a um formato de vacina diferente - que não precisa do mesmo tipo de armazenamento."

Residentes em lares de idosos são a prioridade na vacinação. Ainda pairam dúvidas sobre o armazenamento da vacina que dura apenas cinco dias no frigorífico. O início deste programa de vacinação no Reino Unido acontece 314 dias depois do primeiro caso confirmado de Covid-19 no país.