This content is not available in your region

UE vai reduzir emissões de CO2 em 55% numa década

Access to the comments Comentários
De  Joao Duarte Ferreira  & Euronews
euronews_icons_loading
UE chega finalmente a acordo
UE chega finalmente a acordo   -   Direitos de autor  Martin Meissner/The Associated Press

A União Europeia terminou a cimeira iniciada na quinta-feira em Bruxelas com o anúncio sobre o acordo quanto à redução das emissões de gases de estufa em 55% até 2030.

Os chefes de Estado e de governo da União Europeia (UE) chegaram a acordo esta sexta-feira para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa em pelo menos 55% até ao final da década, em comparação com os níveis de 1990.

O anúncio significa que o continente poderá alcançar a neutralidade carbónica até 2050.

A presidente da comissão europeia anunciou o sucesso destas inciaitivas nas redes sociais.

Para Ursula von der Leyen, trata-se de um momento histórico para o Pacto Ecológico Europeu e uma vitória no percurso em direção à neutralidade carbónica nos países da União Europeia.

O presidente do conselho europeu, Charles Michel, acolheu com agrado a decisão dos líderes europeus.

De recordar que um estudo publicado recentemente sugere que as emissões de dióxido de carbono baixaram 11% na Europa em 2020 devido aos efeitos da pandemia.

A decisão da União Europeia tem lugar pouco mais de cinco anos após a assinatura do Acordo das Nações Unidas sobre o Clima assinado na capital francesa.

Cinco anos após o acordo de Paris, a UE quer ser um líder na luta contra o aquecimento global.

No orçamento plurianual aprovado esta quinta-feira, 30% do pacote recorde de 1,82 triliões de euros destina-se a programas e investimentos nas regiões e sectores particularmente afectados pela transição verde.