Última hora
This content is not available in your region

Portugal ultrapassa as 400 mil infeções com o novo coronavírus

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Arquivo
Arquivo   -   Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Portugal ultrapassou, esta terça-feira, os 400 mil casos de infeção com o novo coronavírus desde o início da pandemia.

Os números foram divulgados pela Direção Geral da Saúde cujo boletim diário revela mais 74 mortes relacionadas com a Covid-19 e 3.336 novos casos de infeções, nas últimas 24 horas.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 6.751 mortes e tem 65.457 casos ativos; menos 2.850 do que na segunda-feira.

Por regiões o boletim revela que do total de mortes nas últimas 24 horas, 33 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 24 na região Norte, nove na região Centro, seis no Alentejo, uma na região do Algarve, e uma na Região Autónoma dos Açores.

Ainda segundo o boletim da DGS, a região Norte foi a que registou o maior número de novas infeções por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas (1.494), representando 44,7% do total.

Desde o início da pandemia, a região Norte registou 204.986 casos de infeção e 3.126 mortes.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 995 novas infeções, contabilizando-se até agora 128.841 casos e 2.352 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 628 casos, acumulando-se 45.243 infeções e 968 mortos.

Já no Alentejo foram assinalados mais 52 casos, totalizando 10.398 infeções e 202 mortos desde que o início da epidemia em Portugal.

A região do Algarve tem hoje notificados 90 novos casos, somando 7.259 infeções e 69 mortos.

A Madeira registou 50 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 1.526 infeções e 12 mortes devido à covid-19.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 27 novos casos nas últimas 24 horas, somando 1.749 infeções e 22 mortos.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguido das pessoas com idade entre os 70 e os 79 anos, sendo a maior incidência de contágio nos lares da terceira idade.

No dia em que começou a vacinação dos profissionais de saúde no Hospital do Espírito Santo, em Évora, o presidente da Administração Regional de Saúde do Alentejo afirmou que o distrito tem surtos de infeção em 8 lares, com um total de mais de 250 pessoas infetadas.

Num momento em que há cinco centros de vacinação no país, a DGS revelou que já foram vacinados 7585 profissionais de saúde, o equivalente a 80% das doses disponibilizadas nestes hospitais, nesta fase.