Última hora
This content is not available in your region

A moda dos artigos em segunda mão

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
A moda dos artigos em segunda mão
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Virginia Sanz decide libertar espaço no armário, para comprar roupa nova - ou quase. É uma das muitas pessoas que utilizam as plataformas online de artigos em segunda mão: uma forma mais barata e sustentável de acompanhar a moda.

O mercado de segunda mão cresceu significativamente durante a pandemia, com um aumento de 17% no número de anúncios. As restrições e uma mudança na perceção da moda estão na origem desta nova tendência.

Em vez de comprar roupa nova, os consumidores estão a optar por outros serviços como o aluguer de roupas.

A pandemia tem sido uma oportunidade de redescobrimento. Com este serviço, como não é uma compra direta, temos a oportunidade de experimentar estilos e coisas novas e cores que combinam connosco, no conforto de casa sem qualquer risco. Acho que quando sairmos disto tudo, vamos voltar à liberdade com um novo estilo e com novas cores.
Mercedes García
ECODICTA - aluguer de roupas
A pandemia acelerou as tendências da indústria. As marcas estão agora a comprar roupas usadas aos clientes em troca de vales que podem ser utilizados nas suas lojas; ou a lançar os seus próprios serviços de segunda mão e aluguer. É uma forma de participar nesta nova economia circular da moda, à medida que os consumidores continuam a defender uma moda mais justa e transparente.
Jaime Velázquez
Euronews

De acordo com um estudo recente, o mercado da segunda mão vai ultrapassar o mercado da "fast fashion" (a moda de consumo rápido) até 2029 e dar uma nova vida aos tecidos.