Última hora
This content is not available in your region

Protestos contra restrições alastram pela Europa

euronews_icons_loading
Protestos contra restrições alastram pela Europa
Direitos de autor  Thibault Camus/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Na Europa, aumenta o cerco às novas estirpes do coronavírus. As restrições são cada vez mais apertadas, com diferenças de país para país e aumenta também a contestação às medidas restritivas.

Em Perpignan, França, uma manifestação de apoio aos trabalhadores da cultura transformou-se numa rave party, onde se juntaram cerca de 200 pessoas, na maioria sem máscaras. A polícia não interveio.

Na Dinamarca, algo muito parecido aconteceu na cidade de Aarhus, com uma manifestação do grupo intitulado 'Men In Black' contra aquilo que consideram uma violação das liberdades. Este protesto aconteceu uma semana depois de uma manifestação em Copenhaga, que acabou em violência e com várias detenções.

Em Espanha, os protestos tomaram conta de Palma de Maiorca. As Baleares, que vivem essencialmente do turismo, estão a ver desaparecer esta fonte de rendimento. O governo autónomo do arquipélago manteve o fecho de bares, restaurantes e instalações desportivas, o que levou cerca de mil pessoas a sair à rua. A Covid já causou grandes perdas na economia das Baleares, que ficaram sem turistas em épocas cruciais como a Páscoa e o Natal do ano passado.

Em Oxford, no Reino Unido, são os pubs, alguns deles verdadeiros monumentos históricos, que estão em grande parte a desaparecer.

Vários já avisaram que não reabrem quando o confinamento for levantado e muitos estão a passar por grandes dificuldades que põem em causa essa possibilidade.