EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Aung San Suu Kyi detida pelo exército de Myanmar

Aung San Suu Kyi detida pelo exército de Myanmar
Direitos de autor Thein Zaw/AP
Direitos de autor Thein Zaw/AP
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Militares contestam resultados das eleições de novembro.

PUBLICIDADE

O exército de Myanmarassume o controlo do país durante um ano. Um anúncio feito através da televisão citando a constituição militar que permite que os militares assumam o poder do país em caso de emergência nacional.

A Presidente Aung San Suu Kyi foi detida, na noite deste domingo, assim como vários elementos do partido Liga Nacional pela Democracia, depois de várias semanas de tensões entre o partido vencedor das eleições de novembro de 2020 e o exército.

Os críticos falam no equivalente a um golpe de estado, mas o governo descarta rumores. No entanto, soldados estão presentes nas ruas da capital, Naypyita, e em várias outras cidades.

Aung San Suu Kyi passou quase 15 anos detida entre 1989 e 2010. Em 2015, levou o seu partido à vitória no país. A constituição, influenciada pelo exército, que garante 25% de representação no parlamento aos militares, proíbe Suu Kyi de se tornar presidente porque tem filhos de nacionalidade estrangeira.

As Forças Armadas de Myanmar continuam a ter poder para nomear posições chave do governo e, juntamente com os partidos da oposição alegam que as eleições de novembro foram fraudulentas e solicitaram o adiamento da tomada de posse no parlamento.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Aung San Suu Kyi recebe perdão parcial pelo Conselho de Estado de Myanmar

Aung San Suu Kyi compareceu pela primeira vez em tribunal

Estudantes na rua contra golpe militar em Myanmar