Última hora
This content is not available in your region

JO de Tóquio seguirão regras contra a Covid-19

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com AFP, AP
euronews_icons_loading
JO de Tóquio seguirão regras contra a Covid-19
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

O Japão não abdica dos seus JO nem se mostra disponível para voltar a adiá-los mesmo que a pandemia de Covid-19 continue. Para tentar evitar situações que agravem "o estado das coisas", e em parceria com os Comités Olímpico e Paralímpico, foi publicado uma espécie de manual de boas práticas e regras a cumprir, o primeiro, para que os jogos decorram de forma segura.

Como se lê na internet o documento é a "base do esforço coletivo entre o COI, o IPC, Tóquio 2020 e as autoridades nacionais japonesas para garantir a segurança e o sucesso dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos deste verão".

Pierre Ducrey, diretor de operações dos jogos explica que se está a "__documentar a jornada típica para os diferentes grupos de participantes, a começar pelas medidas a tomar 14 dias antes da partida, incluindo um teste a fazer antes de sair do seu país, outro no Japão e qual será o regime de testes para cada grupo enquanto está no Japão".

Também o número de espectadores deverá ser, substancialmente, reduzido. Para uma voluntária, e se a pandemia continuar, a mensagem olímpica de esperança e igualdade pode perder-se. Mai Tarumi explica que se a situação se mantiver como está agora, "com dezenas de milhares de pessoas ainda infetadas com o vírus em muitos países", lhe parece que "o mundo vai olhar para isto com desdém, e pensarão que somos egoístas por sermos apenas nós a aproveitar. Eu sentir-me-ia mal com isso", desabafa.

O manual pode ser consultado na internet e será atualizado sempre que se justifique e tendo em consideração a forma como progride, pelo mundo, o novo coronavírus.