Última hora
This content is not available in your region

UE atualiza sistema de rotulagem energética

euronews_icons_loading
UE atualiza sistema de rotulagem energética
Direitos de autor  Caudio Centonze/EC Audiovisual Service
Tamanho do texto Aa Aa

A rotulagem dos eletrodomésticos em função do consumo de energia foi atualizada, esta segunda-feira, na União Europeia.

A escala continua a ser de A a G, mas desaparecem os vários sinais positivos, que se tornaram muito comuns na letra A. Essa primeira letra passará a ser muito pouco usada porque se destina a produtos muito inovadores.

A atualização começa pelos televisores e ecrãs, frigoríficos, máquinas de lavar roupa e máquinas de lavar loiça.

O objetivo é reduzir as despesas com a energia e ter a uma economia ambientalmente mais sustentável.

"É uma medida boa para os consumidores, sabendo-se que a rotulagem energética é muito bem aceite pelos consumidores, é um fator muito importante quando vão às lojas porque o sistema é muito transparente e fácil de compreender. Pensamos que é um ganho para os consumidores porque também os ajudará a controlar as contas de energia no futuro", disse Sylvia Maurer, diretora de Sustentabilidade da Organização Europeia de Consumidores, em entrevista à euronews.

  • O objetivo é que União Europeia importe menos 230 milhões de toneladas de petróleo até 2030

  • Ao nível dos consumidores, a poupança poderá ser, em média, de 285 euros por ano

  • As empresas que produzem eletrodomésticos mais ecológicos poderão obter mais 66 mil milhões de euros de receitas

A nova escala de rotulagem deverá ser aplicada às lâmpadas no final de 2021, seguindo-se outros produtos nos próximos anos.

Os ícones usados são mais modernos e terão inseridos um código QR que pode ser lido com recurso a um telemóvel para obter mais informações sobre as características do ciclo de vida do produto.