This content is not available in your region

Grand Slam de Judo de Tashkent: domínio da Ásia e Maria Siderot termina em sétimo

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Grand Slam de Judo de Tashkent: domínio da Ásia e Maria Siderot termina em sétimo
Direitos de autor  from Euronews video

Teve início na sexta-feira o Grand Slam de Judo de Tashkent. Na final de -48kg, a mongol campeã mundial de 2013, Urantsetseg Munkhbat, lutou e venceu a nipónica Natsumi Tsunoda com um brilhante tani otoshi, conquistando a sua primeira medalha de ouro no circuito mundial de judo desde 2018.

As medalhas foram apresentadas pelo presidente do Comité Olímpico do Uzbequistão, Rustan Shoabdurakhmanov.

"Estou muito contente por ter vencido a minha adversária japonesa porque tenho vindo a aperfeiçoar esta técnica especialmente para ela. Por isso, fiquei feliz com o resultado."
Urantsetseg Munkhbat

O campeão mundial Ryuju Nagayama revelou-se o nosso homem do dia. Calmo e impassível, o japonês avançou sem problemas até à final de -60kg, onde superou o judoca do Cazaquistão Yeldos Smetov com um seoi nage perfeitamente executado.

Os judocas foram condecorados pelo presidente da Federação de Judo do Uzbequistão e presidente do Comité Olímpico do país, Azizjon Kamilov.

"Sinto-me muito grato por estar aqui hoje e poder lutar, apesar da pandemia do Covid-19. Estou satisfeito com o meu resultado e feliz por estar de volta ao judo."
Ryuju Nagayama

Nos -52kg femininos, a japonesa campeã mundial Uta Abe somou mais uma medalha de ouro, ao vencer Sosorbaram Lkhagvasuren, da Mongólia. A judoca foi condecorada pelo Diretor de Educação da Federação Internacional de Judo, Mohammed Meridja.

Em -66kg, o sul coreano Baul An derrotou o mongol Baskhuu Yondonperenlei. A medalhas da categoria foram apresentadas pelo Secretário Geral do Comité Olímpico do Uzbequistão, Oybek Kosimov.

Em -57kg, o Diretor Desportivo da Federação Internacional de Judo, Vladimir Barta condecorou Momo Tamaoki, que venceu a sua segunda medalha de ouro no Grand Slam com uma técnica de estrangulamento frente à judoca Chen-Ling Lien, do Taiwan, a protagonista do nosso momento do dia.

A comitiva portuguesa

Dos seis judocas lusos em Tashkent, Maria Siderot (-48kg) alcançou o melhor resultado, tendo terminado em sétimo lugar.

Federação Internacional de Judo
Maria Siderot e a espanhola Laura Martinez Abelenda nos quartos de finalFederação Internacional de Judo

Joana Ramos (-52 kg), a única dos judocas em prova que está em zona de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, perdeu por waza-ari frente à israelita Primo Gefen.

Joana Diogo (-52 kg) e Wilsa Gomes (-57 kg) perderam nos combates de estreia, e Rodrigo Lopes (-60 kg), perdeu ao segundo combate.

No sábado, Portugal fecha a participação em Tashkent com o judoca João Fernando, a competir em -73 kg.