This content is not available in your region

Duques de Sussex acusam família real de racismo e discriminação

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Duques de Sussex acusam família real de racismo e discriminação
Direitos de autor  Joe Pugliese/AP

O príncipe Harry e a mulher Meghan revelaram momentos da vida privada no seio da família real britânica antes de abandonarem em definitivo as ligações com a realeza, mudarem-se em definitivo para os Estados Unidos e terem o segundo filho.

Durante a gravidez do primeiro houve, segundo Meghan, comentários discriminatórios. "Naqueles meses quando estava grávida - sempre por volta da mesma altura - tínhamos conversas sobre: Não lhe vai ser dada segurança, títulos e havia também preocupações sobre o quanto a pele dele seria escura", explicou.

Meghan também admitiu ter pensado em suicídio. "Senti-me muito envergonhada em dizer na altura, e envergonhada em admitir, especialmente ao Harry que sofreu grandes perdas. Mas sabia que se não revelasse e ia em frente, já não queria mais viver", afirmou a duquesa de Sussex.

"Nós tivemos amigos muito chegados que estiveram do nosso lado todo o processo, mas a família, ela tem a mentalidade de isto é como é, como tem de ser e nada pode ser mudado", comentou o príncipe.

A entrevista conduzida por Oprah Winfrey durou duas horas e Meghan assumiu a maior parte do protagonismo ao responder sozinha a primeira metade da conversa.

Aguarda-se agora a reação da casa real britânica.