This content is not available in your region

Vaticano diz que Igreja não pode abençoar casamentos homossexuais

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Praça de São Pedro, Vaticano (arquivo)
Praça de São Pedro, Vaticano (arquivo)   -   Direitos de autor  Alessandra Tarantino/Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved

A reação de grupos e organizações de católicos LGBT não se fez esperar: desilusão, depois do Vaticano ter publicado um comunicado para explicar que a Igreja Católica não pode abençoar uniões entre pessoas do mesmo sexo, já que a homossexualidade é um "pecado".

Francis DeBernardo é o diretor-executivo do New Ways Ministry, ONG dedicada há mais de quatro décadas a aproximar a Igreja da comunidade LGBT nos Estados Unidos:

"Isto mostra simplesmente o quão o Vaticano está fora de sintonia com os católicos e com o facto de que casais do mesmo sexo não são unicamente aceites pela sociedade, mas celebrados e abençoados na sociedade. Mostra simplesmente que o Vaticano não compreende a realidade."

A nota explicativa foi avançada pela Congregação para a Doutrina da Fé, instituição do Vaticano encarregue de preservar o dogma católico, e contrasta com a posição progressista do Papa Francisco que, há cinco meses, dizia que "as pessoas homossexuais têm o direito a constituir família" e beneficiar de uma "cobertura legal".