This content is not available in your region

Inglaterra vai testar eventos com multidões

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Inglaterra vai testar eventos com multidões
Direitos de autor  Euronews

Boas notícias para os adeptos de futebol em Inglaterra, que podem regressar ao estádio de Wembly para o final da taça, já a 15 de maio.

O evento é um dos vários a serem utilizados pelo governo para testar uma série de medidas, incluindo os chamados "passaportes covid" durante as próximas semanas.

O objetivo é verificar se as pessoas podem regressar em segurança a reuniões de massas em arenas desportivas, clubes noturnos e concertos.

Espera-se que os passaportes contenham informação sobre se uma pessoa recebeu uma vacina, se testou recentemente negativo para o vírus, ou se tem alguma imunidade devido a ter sido infetada nos seis meses anteriores.

Alguns cenários irão também testar como é que as condições de ventilação e os testes, antes e depois dos eventos, poderão ajudar a reunir de novo multidões.

Até agora, os bares e restaurantes que se preparam para receber os clientes, logo que as restrições sejam levantadas em Inglaterra, não foram incluídos no ensaio.

A flexibilização das restrições é aguardada com expectativa no Reino Unido, mas a questão dos passaportes de vacinas tem alimentado grandes debates. Alguns críticos afirmam que irão discriminar os membros mais pobres da sociedade e as nações empobrecidas que não têm acesso imediato às vacinas.

Na União Europeia, o Certificado Verde Digital terá, para além da prova de vacinação, informação sobre se o titular tem imunidade após ter tido o vírus e o resultado de testes COVID realizados. O objetivo é evitar a discriminação daqueles que ainda não foram vacinados.