EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Desconfinamento em França entre 19 de Maio e 30 de Junho

Desconfinamento em França entre 19 de Maio e 30 de Junho
Direitos de autor AP Photo/Lewis Joly
Direitos de autor AP Photo/Lewis Joly
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Reaberturas dentros dos limites máximos e respeito pelo protocolos sanitários.

PUBLICIDADE

Preparam-se as esplanadas, limpam-se as montras das lojas e as cozinhas dos restaurantes. Alguns proprietários estão entusiasmados outros apenas em compasso de espera. Foi estabelecido o plano de desconfinamento em França - um processo com 4 etapas no calendário. Se tudo correr bem e se a situação sanitária não piorar, as reaberturas vão ter lugar entre 19 de Maio e 30 de Junho. Uma notícia que agrada à restauração e aos lojistas.

Acho que o pesadelo está a chegar ao fim porque é preciso compreender que todas estas cadeiras sobre as mesas durante meses e meses é algo destrutivo a nível psicológico. Por isso, hoje estamos cheios de optimismo, estamos corajosos, colocamos o coração no nosso trabalho. Os meus empregados e os empregados da restauração de toda a França estão prontos. Estamos !a espera dos clientes.
Alain Fontaine
Proprietário restuarante "Le Mesturet"

A 19 de Maio, os franceses estarão de volta às esplanadas de bares e restaurantes, num máximo de seis pessoas por mesa e um recolher obrigatório instituído às 21 horas. Museus, cinemas e teatros também poderão reabrir nesta data, mas com limites máximos e respeito pelo protocolos sanitários.

No entanto, Emmanuel Macron foi claro. As autoridades poderão ativar dispositivos de emergência sanitária em zonas de circulação ativa do vírus. Um aumento considerável das taxas de infeção ou o risco de "saturação dos serviços de reanimação" podem levar ao regresso das restrições.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Arranca segunda fase do desconfinamento

Desconfinamento prossegue em França

"É um momento único". Belgas voltam às esplanadas e estão felizes