EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Isabel II discursa no Parlamento Britânico

Isabel II discursa no Parlamento Britânico
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No primeiro grande compromisso oficial desde o funeral do marido, Isabel II assistiu esta terça-feira à habitual cerimónia de abertura do ano parlamentar

PUBLICIDADE

A cerimónia de abertura do Parlamento do Reino Unido serve para o executivo de Londres anunciar as prioridades legislativas para o ano parlamentar. A Rainha dá voz ao texto do primeiro-ministro e reafirma o estatuto da monarquia britânica.

Normalmente, a Câmara dos Comuns está cheia para a Abertura do Estado. Todos os anos são convidados os 650 deputados e os 790 lordes mas, desta vez, e por causa das regras de distanciamento, apenas 74 pessoas assistiram ao discurso da rainha.

Acompanhada pelo filho, o Príncipe Carlos, e pela Duquesa da Cornualha, Isabel II expôs os planos do governo de Boris Johnson para uma recuperação nacional pós pandemia, que incluem um financiamento adicional para apoiar o Serviço Nacional de Saúde e para atenuar o impacto da crise nos serviços públicos. Sustentado no sucesso do programa de vacinação, o executivo de Londres quer liderar o mundo nas ciências da vida e ser pioneiro em novos tratamentos contra doenças como o cancro, assegurando empregos e investimento em todo o país. A rainha sublinhou que os ministros britânicos irão supervisionar “o maior aumento de sempre do financiamento público para a investigação e desenvolvimento” e irão aprovar legislação para estabelecer e desenvolver uma agência de investigação".

Desde o seu último discurso no Parlamento, muito mudou na vida da rainha e nas vidas dos britânicos. Para além da pandemia, o Reino Unido ultrapassou o difícil processo de divórcio da União Europeia. O discurso de Isabel II foi sobre “apanhar os estilhaços” e seguir em frente. A rainha fez referência à renovação da democracia e à força dos laços entre os parceiros do Reino Unido que, neste momento, parecem mais fracos do que em qualquer outra altura do seu reinado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Último discurso de Isabel II antes do Brexit: a rainha faz o balanço de um ano histórico

Notas com cara de Carlos III entram em circulação em junho

Rishi Sunak pede desculpa aos familiares das vítimas da Covid-19