Última hora
This content is not available in your region

Vaticano processado por utilização indevida de obra de arte de rua

euronews_icons_loading
Vaticano processado por utilização indevida de obra de arte de rua
Direitos de autor  from AP video
Tamanho do texto Aa Aa

Os direitos de autor são sagrados. O Vaticano está a ser processado por ter usado um desenho de Alessia Barlow sem autorização, num selo oficial. A obra foi feita nas ruas de Roma ao redor do Vaticano, em 2019. A artista quer ver os seus direitos reconhecidos na justiça e reclama 130 mil euros à Santa Sé.

Não conseguia acreditar, sinceramente achei que era uma piada. Pensei que estavam a agir de boa fé, que era verdade que estavam à minha procura, como foi escrito nos jornais, mas parece que não foi bem assim, porque nunca quiseram encontrar-se comigo.
Alessia Babrow
Artista

O Vaticano recusa fazer qualquer declaração ou tomar uma posição oficial. No entanto, por lei, a arte de rua é considerada como qualquer outra propriedade artística.

Os direitos são os mesmos para a arte de rua, a lei considera irrelevante que a obra seja feita em papel, tela, numa parede ou numa ponte. Acima de tudo, as leis em relação a este assunto estabelecem que mesmo que a obra seja ilegal, devido à alteração de uma parede - é ilegal e potencialmente até um crime - isso não nega ao artista a possibilidade de reivindicar os direitos de autor da obra de arte que criou.
Massimo Sterp
Especialista direitos de autor VOZ MASCULINA

Os selos são uma grande fonte de receita para o Vaticano, que normalmente é exigente quanto aos direitos de reprodução das suas inúmeras obras-primas. Estão atualmente em circulação 80 mil exemplares deste selo vendidos a 1,15 €.