This content is not available in your region

Líder de golpe de Estado no Mali assume presidência interina do país

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Líder de golpe de Estado no Mali assume presidência interina do país
Direitos de autor  MICHELE CATTANI/AFP or licensors

O Tribunal Constitucional do Mali declarou, esta sexta-feira, Assimi Goita presidente interino do país.

O coronel vê assim terminar um ciclo com aquele que é visto por muitos como o segundo golpe de Estado em noves meses, depois de, em agosto de 2020, ter derrubado do poder o presidente eleito Ibrahim Boubacar Keita.

Assimi Goita, que até esta semana, desempenhava o cargo de vice-presidente interino, anunciou esta terça-feira ter demitido o presidente Bah Ndaw, bem como o primeiro-ministro, Moctar Ouané, assegurando que "o processo de transição continua o seu curso" e que haverá eleições em 2022.

O desentendimento no anterior governo de transição terá surgido após o coronel não ter sido informado sobre a composição de um novo executivo.

Os dois chefes de Estado e de governo continuam detidos, apesar dos apelos da comunidade internacional a uma libertação imediata e incondicional.