Última hora
This content is not available in your region

França abre os terminais e as portas do país a vacinados

euronews_icons_loading
França abre os terminais e as portas do país a vacinados
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Avançam as campanhas de vacinação na União Europeia e levantam-se restrições. Em França, a partir de 9 de junho, qualquer cidadão europeu que esteja vacinado vai poder entrar no país sem ter de apresentar um teste PCR com resultado negativo. O mesmo se aplica a todos os cidadãos provenientes de países considerados "zona verde". No entanto, cidadãos de países considerados "zona vermelha" não poderão entrar em território francês.

A União Europeia baseia-se num sistema único lançado em outubro que classifica o risco de contágio em cada país por cor, embora a sua utilização não seja obrigatória nos 27 países. O Reino Unido decidiu optar por de sistema de semáforos para viagens ao estrangeiro, com base na situação em que cada país. Portugal passou da lista verde para a “amarela”. Londres defende decisão enquanto é avaliado risco de mutação da variante Delta. Uma medida de segurança segundo o Ministro dos transportes para impedir que o Reino Unido tenha de recuar daqui a algum tempo.

Espanha mostra-se mais flexível do que o governo britânico. A partir da próxima segunda-feira qualquer pessoa que tenha sido vacinada vai poder entrar em solo espanhol, desde que tenha recebido uma vacina aprovada pela Agência Europeia de Medicamentos ou pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

E os cidadãos da UE e dos estados membros do espaço Schengen vão poder entrar na Croácia com apenas uma dose da vacina - se tiver sido aplicada há mais de 22 dias. Anteriormente era necessário um certificado mostrando uma última dose tomada há mais de 14 dias.

Sete países começaram a utilizar o "certificado digital da COVID-19. Bulgária, República Checa, Dinamarca, Alemanha, Grécia, Croácia e Polónia, para facilitar as viagens dentro do território europeu. O certificado está disponível em formato digital ou em papel, sem custos.