EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Vaticano contra lei que criminaliza homofobia

Vaticano contra lei que criminaliza homofobia
Direitos de autor TIZIANA FABI/AFP or licensors
Direitos de autor TIZIANA FABI/AFP or licensors
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Vaticano envia carta ao Governo de Itália onde se opõe, formalmente, a uma nova legislação que criminaliza violência e discurso de ódio contra pessoas LGBT. Santa Sé diz que infringe "a liberdade de pensamento" da Igreja Católica.

PUBLICIDADE

O Vaticano está a ser acusado de tentar intrometer-se nas leis de Itália relativas aos direitos LGBT depois de se opor, formalmente, a uma legislação que criminaliza a violência e o discurso de ódio contra pessoas LGBT, deficientes e a misoginia.

A lei ZAN, como é conhecida por ter sido elaborada pelo ativista Alessandro Zan, foi já aprovada pela Câmara Baixa do Parlamento e precisa agora de ser aprovada pelo Senado, onde enfrenta a oposição de partidos conservadores.

De acordo com os "media" italianos, numa carta enviada ao Governo pelo secretário de relações com os Estados, o arcebispo Paul Richard Gallagher, a Santa Sé alega que a lei infringiria "a liberdade de pensamento" da Igreja Católica, violando, por isso, o tratado estabelecido entre Itália e o Vaticano na década de 20 do século passado.

A ingerência do Vaticano alimentou, ainda mais, um debate acirrado em torno da nova legislação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Igreja "trans" abre os braços aos duplamente excluídos no Brasil

Vaticano ordena julgamento de cardeal Becciu por crimes financeiros

Defesa: Mare Aperto 2024, o maior exercício naval no Mediterrâneo Central