Última hora
This content is not available in your region

Rodrigo Sorogoyen é estrela em ascensão no cinema europeu

euronews_icons_loading
Rodrigo Sorogoyen é estrela em ascensão no cinema europeu
Direitos de autor  Frédéric Ponsard, euronews
De  Bruno Sousa  & Fred Ponsard
Tamanho do texto Aa Aa

Em pouco mais de uma década, Rodrigo Sorogoyen tornou-se num dos nomes em ascensão no cinema europeu. O realizador espanhol visitou o berço da sétima arte, o Instituto Lumière, em Lyon, por ocasião do "Quai du Polar", festival dedicado ao género policial, e a euronews aproveitou para um dedo de conversa, onde Sorogoyen partilhou a sua visão do cinema europeu, bem distinto do que é feito do outro lado do Atlântico.

"Há pontos em comum e diferenças normais, mas não considero que seja necessário partir para uma batalha contra os EUA, uma vez que se tratam de maneiras diferentes de entender o cinema e a vida."
Rodrigo Sorogoyen
Realizador espanhol

O estilo de Rodrigo Sorogoyen salta à vista no grande ecrã e ficou bem vincado em filmes como "Que Dios nos Perdone" e "El Reino", película que em 2019 arrebatou os Prémios Goya para melhor realizador e melhor guião original.

Agora, o estilo foi transposto para o pequeno ecrã, com a série "Antidisturbios", que conta a história de uma agente de polícia responsável pela investigação de atos de violência cometidos pelas próprias forças de polícia.

Apesar dos traços comuns, Sorogoyen não quer ficar associado a apenas um estilo e admite que "gostava de mudar de género cinematográfico e, fazer todos os tipos de filmes, mesmo comédias, ficção científica e filmes de terror", apesar de admitir que "os seus últimos trabalhos rondaram todos o universo dos policiais".