Última hora
This content is not available in your region

Alojamento para migrantes gera protestos em cidade lituana

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Alojamento para migrantes gera protestos em cidade lituana
Direitos de autor  EBU
Tamanho do texto Aa Aa

Os habitantes pequena cidade lituana de Dieveniskes estão em protesto contra os planos do governo para alojar 500 migrantes num prédio abandonado, a poucos metros de uma escola da localidade. Esta sexta-feira, dezenas de residentes tentaram impedir as obras de reconversão do edifício num alojamento temporário.

Na Lituânia, as soluções para albergar os migrantes que chegam da Bielorrússia de forma ilegal começam a escassear. Os centros de detenção não têm capacidade suficiente e faltam instalações para a quarentena.

Dieveniskes situa-se num pequeno pedaço de território lituano rodeado pela Bielorrússia. A única ligação ao resto do país é uma estrada ao longo de uma estreita faixa de terra com 2,5 quilómetros de largura.

A região tem sido usada como porta de entrada na União Europeia por migrantes sem documentos. Só este ano, de acordo com as autoridades do país, entraram na Lituânia mais de 2400 pessoas em situação irregular.

A Comissão Europeia anunciou que vai financiar e coordenar o envio de ajuda para gerir o fluxo de migrantes.