Última hora
This content is not available in your region

Talibãs muito perto de Cabul

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Talibãs muito perto de Cabul
Direitos de autor  Gulabuddin Amiri/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Os talibãs reforçaram o controlo do sul do Afeganistão, com a conquista de mais quatro capitais de província, numa ofensiva relâmpago que os aproximou de Cabul.

Nas últimas 24 horas, a segunda e terceira maiores cidades do país, Herat no oeste e Kandahar no sul, ficaram sob domínio dos rebeldes.

Perante o avanço dos talibãs, os governos do ocidente retiram ou reduzem drasticamente os funcionários das embaixadas.

O ministro dos negócios estrangeiros da Alemanha confirmou que “o pessoal da embaixada vai ser reduzido ao mínimo operacional nos próximos dias”. Heiko Maas disseque Berlim vai enviar para Cabul uma equipa de apoio a crises, "para ajudar a aumentar as precauções de segurança e a implementar as medidas necessárias".

Esta sexta-feira, os membros da Nato estiveram reunidos em Bruxelas e o secretário-geral da Organização disse que o objetivo continua a ser apoiar o governo e as forças de segurança afegãs. A organização diz que os talibãs "nunca serão reconhecidos pelo Ocidente se capturarem o Afeganistão pela força".

Cada vez mais países apelam à intensificação da via diplomática. O primeiro-ministro britânico disse que enquanto membro do Conselho de Segurança e um país profundamente envolvido no futuro estratégico da região, o Reino Unido deve trabalhar com os parceiros e assegurar que o governo de Cabul não permita que o Afeganistão “volte a ser terreno fértil para o terror".

Os rebeldes lutam contra as forças governamentais na província de Logar, a cerca de 80 quilómetros da capital. Os militares norte-americanos acreditam que Cabul pode ser conquistada dentro de 30 dias e o resto do país dentro de poucos meses.