Última hora
This content is not available in your region

Primeiro-ministro sueco demite-se

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Primeiro-ministro sueco demite-se
Direitos de autor  Stina Stjernkvist/AP
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro sueco, Stefan Löfven, anunciou este domingo que vai demitir-se em novembro para permitir que o seu sucessor se prepare para as eleições de 2022.

O político demite-se, também, da liderança do Partido Operário Social-Democrata, que dirige há quase uma década.

Löfven, de 64 anos, assumiu o Executivo da Suécia em 2014.

O primeiro-ministro encontrava-se numa situação política frágil.

No dia 28 de junho, foi forçado a demitir-se uma semana depois de ter sido derrubado por uma moção de censura no Parlamento.

Após mais de uma semana de crise, foi reinvestido pelo Parlamento a 7 de julho.

Com a saída de Stefan Löfven, em novembro, o novo líder do Partido Social-Democrata terá de ser aprovado pelo Parlamento antes de poder assumir o cargo de primeiro-ministro.

As próximas eleições legislativas, na Suécia, estão marcadas para setembro de 2022.