Última hora
This content is not available in your region

OMS pede adiamento da 3ªdose para que países atrasados possam vacinar

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
OMS pede adiamento da 3ªdose para que países atrasados possam vacinar
Direitos de autor  Balazs Mohai/MTVA - Media Service Support and Asset Management Fund
Tamanho do texto Aa Aa

Organização mundial da Saúde pede que se adia a administração da terceira dose da vacina contra a covid-19 para adiantar vacinação dos países que têm a vacinação mais atrasada, como é o caso dos países em desenvolvimento.

De visita à Hungria, o Diretor-Geral da OMS pediu que os países adiam a inoculação da terceira dose da vacina contra a covid-19, para que outros países possam ter a oportunidade de vacinar a população.

“O vírus terá a hipótese de circular em países com baixa taxa de vacinação. E a variante delta pode evoluir mais, para ser mais perigosa.", avisou Tedros Adhanom Ghebreyesus. "É por isso que em vez de passarmos para os reforços com a terceira dose, é melhor compartilhar as vacinas com outros países, para que possam aumentar sua taxa da primeira e à segunda doses.", disse o Diretor-geral da OMS.

Houve vários países a doar vacinas a outras nações. A Hungria foi um deles. Até a esta data, tinha doado 1,5 milhões de doses. Péter Szijjártó, Ministro dos Negócios Estrangeiros, diz que o país está disposto a aumentar a doação, "desde que não coloque em perigo o sucesso do programa de vacinação húngaro".

Em resposta à Euronews, o Diretor-geral da OMS afirmou que está desapontado com a doação de vacinas no mundo por "75 % das doses que foram produzidas por toda a indústria farmacêutica estarem apenas em 10 países", enquanto que a taxa de vacinação do continente africano é de 2%.