Última hora
This content is not available in your region

G20 quer 40% da população mundial vacinada até ao fim do ano

Access to the comments Comentários
De  Alberto De Filippis  & euronews
euronews_icons_loading
G20 quer 40% da população mundial vacinada até ao fim do ano
Direitos de autor  Roberto Monaldo/LaPresse
Tamanho do texto Aa Aa

No final de 2 dias de encontros em Roma, os ministros da Saúde do G20 assumiram o compromisso de ter 40% da população mundial completamente vacinada até ao final deste ano de 2021. Uma meta que consideram "ambiciosa" e que não será fácil de atingir se tivermos por exemplo o passado recente e vendo que uma 3.ª dose já começou a ser inoculada nalguns países quando noutros são raros os que já começaram a ser vacinados

Segundo o correspondente da euronews em Roma, Alberto De Filippis, "a comunidade internacional deve fazer mais contra esta pandemia, concentrando-se no apoio aos sistemas nacionais de saúde. A solidariedade na vacinação deve também tornar-se uma necessidade geopolítica. Estes foram alguns dos pontos focados na conferência de imprensa de encerramento dos ministros da Saúde do G20 em Roma. O ministro italiano, Roberto Speranza disse também que as vacinas - a única verdadeira arma contra a Covid-19 - devem ser produzidas em todo o lado, e não apenas em certos territórios. A Europa já exportou centenas de milhões de doses, mas alguns países ainda carecem de vacinas. Durante o dia, a Comissária da Saúde da UE, Stella Kyriakides, também insistiu nos apelos para suspender patentes - a melhor forma de não deixar ninguém para trás e de impulsionar a produção global de vacinas".