This content is not available in your region

O "café das reparações" em Copenhaga

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Repair Cafe - Café das reparações - Dinamarca
Repair Cafe - Café das reparações - Dinamarca   -   Direitos de autor  AP Photo

Para quê deitar fora se é possível ser arranjado? É este um dos lemas do "café das reparações", em Copenhaga, na Dinamarca. Há seis anos, o responsável pelo café começou a especializar-se em eventos onde os clientes trazem aparelhos elétricos danificados para serem reparados - gratuitamente.

Temos de tomar conta do planeta. Não podemos dar-nos ao luxo de viver como antes, por isso temos de fazer um movimento para não deitar coisas fora quando ainda estão a funcionar.
Stig Bomholt
"café das reparações" - Dinamarca

Mas nem sempre é fácil. Alguns objetos são construídos de tal forma, que a sua abertura é muito difícil, assim como a reparação. Por vezes, é impossível dar-lhes uma nova vida. "Quer seja pela presença de cola no produto que torna muito difícil retirar uma peça e substituí-la; quer seja pela necessidade de utilização de ferramentas próprias, o que significa que é necessário ter ferramentas específicas ligadas ao fabricante para abrir um produto; ou pelo difícil acesso a peças sobresselentes ou às instruções de reparação", explica Chloe Mikolajczak, que faz campanha na Right to Repair, uma coligação de organizações europeias a favor da reparação.

A campanha defende a introdução de um regulamento em toda a União Europeia que classifica os aparelhos eléctricos numa escala de 0 a 10, de acordo com o grau de reparabilidade. Este índice está em vigor em França desde o início do ano.