This content is not available in your region

Milhares de pessoas manifestaram-se no Sudão contra golpe militar de Outubro

Access to the comments Comentários
De  Fátima Valente  com France Press
euronews_icons_loading
Milhares de pessoas manifestaram-se no Sudão contra golpe militar de Outubro
Direitos de autor  Marwan Ali/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.

As manifestações contra o poder militar no Sudão, reprimidas pelas forças de segurança, causaram este Domingo um morto, segundo um médico. Já o Ministério da Saúde informou em comunicado que os protestos provocaram 125 feridos.

Milhares de pessoas manifestaram-se na capital, Cartum, e foram até ao palácio presidencial em protesto contra o mais recente golpe militar, de 25 de Outubro, levado a cabo pelo general Abdel Fattah al-Burhane, interrompendo o processo de transição democrática. Os manifestantes foram recebidos com gás lacrimogéneo.

As manifestações continuam, apesar da reintegração do primeiro-ministro. Os protestos assinalaram o terceiro aniversário da rebelião que expulsou do poder o antigo presidente Omar al-Bashir.

De acordo com uma contagem da agência France Press, a vítima mortal deste Domingo eleva para 46 o número de vítimas desde o golpe militar.