This content is not available in your region

Sudão levanta estado de emergência imposto desde golpe do ano passado

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com AFP
euronews_icons_loading
Manifestação no Sudão
Manifestação no Sudão   -   Direitos de autor  AFP

No Sudão, o líder militar, o general Abdel Fattah al-Burhan levantou o estado de emergência que foi imposto após o golpe de Estado de outubro do ano passado, avançou o conselho soberano no poder. 

De acordo com as autoridades sudanesas, a medida visa "preparar o país para um diálogo frutífero e significativo que alcance a estabilidade durante o período de transição".

De salientar que, desde o golpe de Estado de 25 de outubro do ano passado, a classe castrense no poder não consegue novos parceiros para o executivo, apesar dos constantes apelos da comunidade internacional.

Também desde o golpe, as manifestações contra os militares no poder têm sido uma constante. Centenas de pessoas já perderam a vida e há registo de várias detenções.

O Sudão atravessa uma grave crise política, que se agudizou com a queda de Omar Al Bashir. Para além disso, o país atravessa igualmente uma crise económica sem precedentes, com a moeda em queda livre e uma inflação superior a 260%, de acordo com o Programa Alimentar Mundial.