Sudão levanta estado de emergência imposto desde golpe do ano passado

Manifestação no Sudão
Manifestação no Sudão Direitos de autor AFP
De  Euronews com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A medida foi anunciada pelo líder militar do país, o general Abdel Fattah al-Burhan.

PUBLICIDADE

No Sudão, o líder militar, o general Abdel Fattah al-Burhan levantou o estado de emergência que foi imposto após o golpe de Estado de outubro do ano passado, avançou o conselho soberano no poder. 

De acordo com as autoridades sudanesas, a medida visa "preparar o país para um diálogo frutífero e significativo que alcance a estabilidade durante o período de transição".

De salientar que, desde o golpe de Estado de 25 de outubro do ano passado, a classe castrense no poder não consegue novos parceiros para o executivo, apesar dos constantes apelos da comunidade internacional.

Também desde o golpe, as manifestações contra os militares no poder têm sido uma constante. Centenas de pessoas já perderam a vida e há registo de várias detenções.

O Sudão atravessa uma grave crise política, que se agudizou com a queda de Omar Al Bashir. Para além disso, o país atravessa igualmente uma crise económica sem precedentes, com a moeda em queda livre e uma inflação superior a 260%, de acordo com o Programa Alimentar Mundial.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sudão mergulha na incerteza com demissão do primeiro-ministro

Milhares de pessoas manifestaram-se no Sudão contra golpe militar de Outubro

Girafa de espécie rara sai à rua pela primeira vez no Zoo de Chester