This content is not available in your region

Bomba explode em restaurante congolês

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com AFP
euronews_icons_loading
Bomba explode em restaurante congolês
Direitos de autor  AP/AP

A explosão de uma bomba na cidade de Beni, na República Democrática do Congo (RDC), matou este sábado pelo menos oito pessoas.

"Um bombista suicida, impedido pelos seguranças de entrar num bar lotado de clientes, ativou a bomba à entrada. O número de mortos é ainda provisório”, escreveu o Brigadeiro-General Sylvain Ekenge, porta-voz do governador militar do Kivu do Norte, numa declaração atribuindo o ataque aos rebeldes das Forças Democráticas Aliadas (FDA).

A bomba explodiu dentro do restaurante "In Box" no centro da cidade, onde mais de 30 pessoas estavam a celebrar o Natal, disseram duas testemunhas à AFP.

Alguns minutos depois da explosão, um correspondente da agência de notícias viu três corpos despedaçados. O gabinete do presidente da câmara apelou aos residentes para regressarem às suas casas por receio de novos ataques.

Uma fonte na Câmara Municipal de Beni disse que entre os mortos "há duas crianças". "Entre os feridos há dois vice-prefeitos das comunas de Mulekera e Ruwenzori", acrescentou, dizendo que "os terroristas desesperados da ADF ativaram as suas células adormecidas na cidade de Beni, com vista a desencadear acções contra cidadãos pacíficos.