This content is not available in your region

Incêndio no parlamento sul-africano

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com Lusa
euronews_icons_loading
Incêndio no parlamento sul-africano
Direitos de autor  Leon Knipe/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

Um incêndio destruiu este domingo o edifício do parlamento sul-africano, na Cidade do Cabo. Não há vítimas, mas os danos materiais são elevados segundo as primeiras informações avançadas pela proteção civil.

O fogo começou às cinco da manhã e as causas ainda não são conhecidas. A polícia sul-africana confirmou que um suspeito está a ser interrogado sobre o incidente. "Posso confirmar que um homem de 51 anos foi detido para interrogatório sobre o incêndio de hoje na Assembleia Nacional", disse o porta-voz da polícia, Vish Naidoo, aos meios de comunicação locais.

As autoridades acreditam que o incêndio começou no prédio mais antigo do complexo (a "Antiga Assembleia"), cuja construção terminou em 1884, e se espalhou para o setor que abriga a Assembleia Nacional, a câmara baixa do Parlamento.

O Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, visitou o local para avaliar os danos."É um acontecimento devastador e terrível”, declarou Ramaphosa, referindo ainda que ocorreu justamente um dia depois do funeral de Estado do arcebispo emérito Desmond Tutu, que morreu em 26 de dezembro.

De acordo com o chefe de segurança da Câmara Municipal da Cidade do Cabo, Jean-Pierre Smith, "todo o edifício sofreu grandes danos devido ao fumo e água".