EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Macron insiste na necessidade de diálogo com a Rússia

Macron insiste na necessidade de diálogo com a Rússia
Direitos de autor AP Photo/Francois Mori
Direitos de autor AP Photo/Francois Mori
De  Ricardo Figueira
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No encontro entre o chefe de Estado francês e o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, a Rússia foi um tema sempre presente.

PUBLICIDADE

O encontro serviu para definir a estratégia da presidência francesa da União Europeia, mas nem o chefe de Estado francês Emmanuel Macron nem o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, puderam deixar de prestar homenagem ao presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, cuja morte está a chocar os círculos políticos europeus.

Na conversa a dois, falou-se também de temas como o diálogo com a Rússia e a ausência da União Europeia das rondas de conversações entre Moscovo e Washington.

"É bom que haja um retomar destas conversações e devemos felicitar-nos por isso. As discussões entre os Estados Unidos e a Rússia prendem-se com a questão ucraniana, mas não só. Têm também a ver com as questões de segurança coletiva entre estas duas potências. E isso é muito bom, não podemos ficar incomodados com isso", disse Macron.

É bom que haja um retomar destas conversações (entre os EUA e a Rússia) e devemos felicitar-nos por isso.
Emmanuel Macron
presidente de França

"Estamos mobilizados, estamos comprometidos e vamos assegurar-nos de que a União Europeia vai ter um papel ativo na defesa segurança e da estabilidade", disse, por seu lado, Charles Michel.

No encontro, Macron frisou que a postura europeia face à Rússia é dura mas, ao mesmo tempo, têm de se manter abertos os canais de diálogo. França ocupa a presidência rotativa da União Europeia durante todo o primeiro trimestre deste ano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Passagem de Macron pelo Parlamento Europeu gera reações diversas e até protestos

Macron apresentou as propostas da presidência francesa ao PE

Alessandra Mussolini foi insultada e agredida em Estrasburgo