EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

"Isto é um maremoto": diz governo francês perante 360 mil casos num dia

"Isto é um maremoto": diz governo francês perante 360 mil casos num dia
Direitos de autor Jacquelyn Martin/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Jacquelyn Martin/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Números de infeções não param de subir na Europa

PUBLICIDADE

França tem registado nas últimas semanas os números mais elevados de sempre desde o início da pandemia de covid-19.

Nas últimas 24 horas, foram detetadas 360 mil novas infeções causadas pela variante Omicron, altamente transmissível. Há 22 mil internados com covid-19 e 3.900 pessoas em cuidados intensivos a lutar pela vida.

Olivier Véran, Ministro da Saúde, fala, não de uma onda de casos, mas de um "maremoto".  

"Nunca tinhamos visto estes números desde o início desta crise sanitária. Isto é um maremoto", disse Olivier Véran.

Itália registou também um recorde no número de novos casos: mais de 220.000 em apenas um dia. O dobro do número anunciado pelo governo no dia anterior. Embora a maioria das infeções seja menos grave do que as causadas por outras variantes, as pessoas não vacinadas são as mais vulneráveis.

Enrico Storti, diretor da Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Cremona, no norte do país, fez um apelo à população para a toma da vacina contra a covid-19, a qual chama de "a ferramenta que temos na nossa posse e que garante o menor dano à saúde dos infetados pelo vírus." 

Outro país que tem visto o número de novas infeções a subir é a Turquia. Testaram positivo para a covid-19 74.000 mil pessoas num único dia. Quase três vezes mais do que no final de dezembro.

O ministro da Saúde já deixou o alerta aos turcos para um possível piorar da situação, com a presença da variante Omicron, tal como acontece na maior parte da Europa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Britânicos vacinados voltam a ser bem vindos e já podem esquiar de novo em França

A luta contra a covid e a proteção da economia

Presidente da Câmara de Paris nada nas águas do rio Sena