This content is not available in your region

Capital ucraniana em modo de combate

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Capital ucraniana em modo de combate
Direitos de autor  Emilio Morenatti/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved

De acordo com os serviços de urgência ucranianos, pelos menos cinco pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas num ataque russo contra a torre de televisão de Kiev. 

O ataque terá interrompido a emissão das cadeias de televisão ucranianas.

Na capital, a correspondente da euronews Valérie Gauriat constatou que os habitantes se preparam, cada vez mais, para um assalto das forças russas.

Lado a lado com o Exército, voluntários juntam-se às forç as de defesa territorial e aos grupos de reservistas das Forças Armadas ucranianas.

Oleksiy é um deputado decidido a defender a assembleia.

Oleksiy Goncharenko, deputado e membro das forças de defesa territorial da Ucrânia:"Infelizmente, o parlamento ucraniano já não é apenas um sítio onde se vota, mas que é preciso defender com uma arma nas mãos. O direito de votar e de ter uma democracia, com uma Kalashnikov. Se os russos entrarem na cidade, farei o meu melhor. Provavelmente não será grande coisa, mas é preciso perceber que somos muitos, dezenas de milhares. Tenho a certeza de que se entrarem aqui, nós vamos providenciar-lhes um inferno."

Atrás de Oleksiy, um conterrâneo pinta um "slogan" em jeito de aviso dirigido aos russos, aludindo a um episódio numa pequena ilha do Mar Negro, quando soldados ucranianos rejeitaram render-se a um navio de guerra russo.

Volodimir Tkachov, membro das forças de defesa territorial da Ucrânia:"Isto é exatamente o que todos os ucranianos estão a dizer aos russos: desapareçam e deixem-nos em paz. Somos imbatíveis. Tenho a certeza disso por causa do número de pessoas que se juntaram às forças de defesa territorial, que se tornaram parte do Exército ucraniano, e que estão a derrotar todas as unidades de um exército russo mal treinado. A Ucrânia é o melhor país do mundo. Glória à Ucrânia!"

Entre voluntários realistas e otimistas, certo é que poucos são os ucranianos dispostos a abrir mão facilmente da capital.