Alunos ucranianos e russos apelam à paz

Alunos do Agrupamento de Escolas Albufeira Poente em manifestação pela paz na Ucrânia
Alunos do Agrupamento de Escolas Albufeira Poente em manifestação pela paz na Ucrânia Direitos de autor LUSA
De  Euronews com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Jovens a viver e estudar em Portugal preparam-se para receber refugiados

PUBLICIDADE

Do sul de Portugal, uma mensagem de paz: alunos do Agrupamento de Escolas Albufeira Poente, de origem ucraniana e russa, juntaram-se num apelo ao fim da guerra entre os dois países. Ucranianos ou russos, todos se dizem tristes face à situação e sublinham a importância da união entre os dois povos.

Daria, aluna de origem ucraniana:"Sinto-me um pouco triste e um pouco inútil, vendo os lugares onde tenho memórias e a minha família a sofrer."

Yaroslav, aluno de origem ucraniana:"Não é o povo que faz isso, é outras coisas... E, por isso, para mim russo ou ucraniano não importa. O que importa é a pessoa, como é que ela é."

Liubov, aluna de origem russa:"Temos de estar unidos. Não podemos falar mal uns dos outros, porque somos como irmãos."

Ekaterina, aluna de origem russa e ucraniana:"Não há diferença entre Rússia e Ucrânia. Eu vivo com essa situação da guerra e percebo que a minha avó está na Rússia e o meu avô e a minha [outra] avó estão na Ucrânia e fico preocupada, claramente."

Com a colaboração de professores e da direção, os cerca de setenta alunos de origem ucraniana e russa do Agrupamento preparam-se também para receber refugiados que deverão chegar a Portugal nas próximas semanas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Países Baixos assinam tratado de segurança com Kiev

Funeral de Navalny: tributos por toda a Europa

Ucrânia receia grande avanço russo no próximo verão