This content is not available in your region

Bairro residencial de Kiev bombardeado

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Bairro residencial de Kiev bombardeado
Direitos de autor  Rodrigo Abd/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

A Ucrânia prepara-se para assinalar um mês desde a invasão russa e, para já, não há qualquer sinal de um fim à vista para o conflito.

Um bairro residencial do noroeste da capital, Kiev, foi visado na manhã desta quarta-feira por um bombardeamento russo, que fez pelo menos quatro feridos.

Volodymyr Okhrimenko, proprietário de uma casa destruída:"A minha irmã e o marido estavam dentro da casa, que partilhamos entre duas famílias. Vi a minha irmã a bater numa janela e gritar: 'Estamos a arder'. "

Pelo menos 228 pessoas, incluíndo 64 civis, foram mortas em Kiev desde o início da invasão, segundo as autoridades locais.

O Exército russo divulgou vídeos do que indicou serem ataques de "precisão" contra alvos específicos que dizem estarem a ser usados pelas forças ucranianas, mas as imagens de satélite revelam uma destruição generalizada em grandes partes do país.

As bombas russas destruiram também uma ponte estratégica que ligava a capital à cidade cercada de Chernihiv.

O governador de Chernihiv publicou um vídeo registado com o seu "smartphone" no qual denuncia a destruição da ponte, usada para levar alimentos e medicamentos para a cidade de 300.000 habitantes. Viacheslav Chaus prometeu que a ligação será restabelecida.