Grand Slam de Antália: medalhas para os mais jovens e bronze para Bárbara Timo

screenshot
screenshot Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A portuguesa venceu a venezuelana n.º3 do mundo, Anriquelis Barrios, por waza ari, já no ponto de ouro.

PUBLICIDADE

Segundo dia do Grand Slam de Antália, dia da cerimónia oficial de abertura, presidida pelo presidente da Federaçao Internacional de Judo, Marius Vizer, e pelo presidente da Federaçao turca de Judo, Sezer Huysuz.

Lucy Renshall regressou na sua melhor forma para a defesa do título do ano passado em Antália. A britânica derrotou a húngara, Szofi Ozbas, e somou quatro medalhas de ouro num Grand Slam. Lucy Renshall, um nome a não esquecer na categoria de -63kg.

O presidente da Federação Internacional de Judo, Marius Vizer, apresentou as medalhas.

Em -73kg, o jovem-sensação Giorgi Terashvili, da Geórgia, conquistou a sua primeira medalha de sempre no circuito mundial de judo, e foi a de ouro. O judoca venceu o italiano Manuel Lombardo, que subiu recentemente de categoria de peso.

Os atletas foram premiados pelo presidente do grupo de investimentos CEDCO Hungria, Michael Michaely.

A final da antiga campeã mundial em -70kg, Marie-Ève Gahié, foi uma montanha-russa. Depois de estar a perder, a francesa derrotou a adversária austríaca Bernardette Graf, marcando um enfático ippon. Depois de ter perdido a qualificação para os Olímpicos em Tóquio, Gahié parece estar outra vez em forma.

As judocas foram condecoradas pelo diretor geral da Federaçao Internacional de Judo, Vlad Marinescu.

No início, estava a perder por waza-ari, e tive que me acalmar e não entrar em pânico porque normalmente entro em pânico. Disse a mim mesma que tenho tempo.
Marie-Ève Gahié

Nos -81kg, o jovem brasileiro Guilherme Schmidt causou furor ao derrotar, a caminho da final, o belga campeão do mundo Matthias Casse. Na final esperava-o a potência do judo Vedat Albayrak. Mas o brasileiro não se deixou intimidar e prevaleceu sobre o turco a competir em casa com um golpe de braços, já no tapete. Esta foi a sua primeira medalha de sempre num Grand Slam.

As medalhas foram apresentadas pelo presidente do grupo Yükselir, Yavuz Yükselir.

Tentei manter a calma e concentrar-me na luta, principalmente quando estive a perder por waza-ari. Tive que me esforçar muito para ganhar e estou muito feliz por conquistar a minha primeira medalha de ouro.
Guilherme Schmidt

Mas não faltaram razôes para o público da casa celebrar, com os judocas turcos a mostrarem um desempenho exemplar durante todo o dia, em particular na luta no tapete. Uma fonte de inspiração para os muitos jovens adeptos na assistência.

A seleção portuguesa

A portuguesa Bárbara Timo (-63 kg) conquistou uma medalha de bronze no Grand Slam, após vencer a venezuelana n.º3 do mundo, Anriquelis Barrios, por waza ari, já no ponto de ouro.

International Judo Federation
Bárbara Timo e Anriquelis Barrios no combate pela medalha de bronzeInternational Judo Federation

João Fernando (-81 kg) perdeu nos oitavos-de-final, perante o turco Vedat Albayrak, terminando em 9.º lugar.

Portugal compete no Grand Slam de Antália com uma equipa de nove judocas: Catarina Costa (-48 kg), Joana Diogo (-52 kg), Telma Monteiro (-57 kg), Bárbara Timo (-63 kg), Patrícia Sampaio (-78 kg), Rodrigo Lopes (-60 kg), Francisco Mendes (-60 kg), João Fernando (-81 kg) e Jorge Fonseca (-100 kg).

No primeiro dia da prova, Telma Monteiro (-57 kg) e Rodrigo Lopes (-60 kg) ficaram perto do pódio, alcançando o 5.º lugar.

Este domingo, último dia do evento, estarão em prova Patrícia Sampaio (-78 kg) e Jorge Fonseca (-100 kg).

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Grand Slam de Judo de Tel Aviv: um final épico e bronze para Patrícia Sampaio

França e Japão dominam Grand Slam de Paris

Jorge Fonseca e Teddy Riner conseguem ouro no Grand Slam de Antália