EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Grand Slam de Judo de Tel Aviv: um final épico e bronze para Patrícia Sampaio

Grand Slam de Judo de Tel Aviv: um final épico e bronze para Patrícia Sampaio
Direitos de autor Di Feliciantonio Emanuele
Direitos de autor Di Feliciantonio Emanuele
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A portuguesa derrotou por ippon a italiana Giorgia Stangherlin nos -78kg.

PUBLICIDADE

Última jornada do Grand Slam de Judo de Tel Aviv, mais um dia de casa cheia e boa disposição na Shlomo arena.

A prova fechou com uma celebração especial: o presidente da Federação Internacional de Judo, Marius Vizer, presenteou o presidente do grupo imobiliário Bonei Ra’anana, Amit Tal, com a simbólica estatueta de Jigorō Kanō.

Na final de -90kg, o azeri Mammadali Mehdiyev derrotou o sérvio antigo campeão do mundo Nemanja Majdov com um espetacular Ura nage. A consistência do azeri valeu-lhe a sua vigésima medalha no circuito mundial de judo.

O judoca fou condecorado pelo presidente da Federação Internacional de Judo, Marius Vizer.

Beata Pacut conquista primeira medalha de ouro de sempre na prova

Em -78kg, a polaca Beata Pacut avançou sem problema nos preliminares e prevaleceu na final sobre a alemã Alina Boehm, conquistando a sua primeira medalha de ouro de sempre num Grand Slam.

O presidente do grupo de investimentos CEDCO Hungria, Michael Michaely, apresentou as medalhas da categoria.

O jovem georgiano Ilia Sulamanidze causou sensação ao vencer na final de -100kg o experiente neerlandês, Michael Korrel.

Uma medalha de ouro bem merecida, que recebeu das mãos da deputada do parlamento israelita, Miri Regev.

Em +78kg, a França conquistou a quarta medalha de ouro no torneio e lidera a tabela de medalhas. Depois de ganhar duas medalhas de prata em Paris há dua semanas atrás, Romane Dicko esteve confiante e prevaleceu na luta no tatami frente à brasileira Beatriz Souza.

As medalhas foram apresentadas pelo presidente do grupo imobiliário Bonei Ra’anana, Amit Tal.

Acho que Paris e Israel são os dois melhores locais para competir no circuito mundial de judo. Porque está sempre a casa cheia, o público é animado e o ambiente é particularmente agradável. Gosto sempre de competir em Israel.
Romane Dicko

O homem do dia

O nosso homem do dia foi medalhista de prata olímpico e ex-campeão mundial Guram Tushishvili, que reivindicou com o seu judo explosivo o ouro em +100kg, frente ao brasileiro Rafael Silva.

O judoca foi condecorado pelo cantor Moris Janashvili.

Somos profissionais e o judo faz parte da nossa vida. Sentia falta de competir com este público e apoio da assistência.
Guram Tushishvili

O último dia da prova reuniu um número recorde de fãs que não se cansaram de animar todos os judocas, bem como de aplaudir a seleção da casa. Em particular os heróis do dia Raz Hershko e Péter Paltchik, que ganharam duas medalhas de bronze muito disputadas e levaram a Shlomo arena a rubro.

PUBLICIDADE

O balanço da participação portuguesa

A judoca portuguesa Patrícia Sampaio conquistou este sábado a medalha de bronze na categoria de -78 kg, ao derrotar a italiana Giorgia Stangherlin. Patrícia Sampaio venceu a 53 segundos do fim do combate, com uma imobilização que lhe valeu ippon, quando tinha já uma vantagem por waza-ari. Também em destaque esteve a sua vitória por ippon logo ao primeiro combate sobre a vice-campeã olímpica em título e número dois do mundo, Madeleine Malonga.

International Judo Federation
Momento da luta entre Patrícia Sampaio e Madeleine Malonga em Tel Aviv.International Judo Federation

Na jornada inaugural de quinta-feira, a portuguesa Telma Monteiro, sexta do mundo, foi eliminada nos -57kg ao primeiro combate, ao perder por waza-ari com a polaca Arleta Podolak, a 2.32 minutos do final do combate.

Mais um final feliz para o Grand Slam de Tel Aviv, um dos pontos altos do circuito Mundial de Judo.

PUBLICIDADE
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Centenas protestam em Tel Aviv contra aumento do custo de vida

Grand Slam de Ulan Bator: Japão e Mongólia empatam em medalhas de ouro

Grand Slam de Antália: medalhas para os mais jovens e bronze para Bárbara Timo