O caminho de Marine Le Pen

Marine Le Pen
Marine Le Pen Direitos de autor Michel Euler/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Candidata da "União Nacional" diz que mudou desde as últimas presidenciais

PUBLICIDADE

Foi em 2012, há apenas 10 anos, que Marine Le Pen concorreu pela primeira vez às presidenciais francesas e que consegui 18% dos votos. Foi o melhor resultado numa primeira volta na história da “União Nacional”, partido fundado pelo seu pai, Jean-Marie Le Pen, em 1972. Foi com ele que deu os primeiros passos na política. Em 1993 deixou a advocacia, concorreu às eleições legislativas em Paris e foi derrotada.

A primeira vitória chegou cinco anos mais tarde, com o cargo de conselheira na região da Alta França. A partir daí, ganhou vários mandatos locais. Em 2004, pela primeira vez, foi eleita para o Parlamento Europeu, onde permaneceu durante 13 anos.

Em 2011 assumiu a liderança do partido e, em 2017, quinze anos depois do pai, voltou a levar a extrema-direita à segunda volta das presidenciais. Foi derrotada por Emmanuel Macron, mas conseguiu 34,2% dos votos, um resultado quase duas vezes superior ao de Jean-Marie Le Pen, nas presidenciais de 2002.

Hoje, com 53 anos, diz que não é a mesma pessoa de há cinco, que adquiriu uma maturidade pessoal e que está pronta para governar o seu país. Moderou o discurso para atrair eleitores que tradicionalmente votam em partidos de esquerda, suavizou as opiniões em tópicos marcantes como o euroceticismo, mas mantém posições conservadoras.

Uma das principais propostas nesta campanha foi o controlo da imigração em França. A candidata defende o fim de autorização de residência para estrangeiros que não tenham trabalhado pelo menos um ano no país e a prioridade para os cidadãos franceses em questões de habitação e emprego. Outra das propostas polémicas é a irradiação da ideologia islâmica em todo o território francês.

Marine Le Pen pode tornar-se na primeira mulher eleita presidente da República Francesa. Para já, vai disputar uma vez a segunda volta de umas eleições e de novo frente a Emmanuel Macron

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Marine Le Pen mantém liderança da União Nacional

Polícia encontra mais de 60 quilos de canábis em casa de autarca francesa

Polícia francesa expulsa dezenas de migrantes de Paris a quase 100 dias dos Jogos Olímpicos