This content is not available in your region

Ucrânia é "uma cena de crime"

Access to the comments Comentários
De  Rodrigo Barbosa  com AFP
euronews_icons_loading
Procurador do TPI, Karim Khan, em visita a Bucha, Ucrânia
Procurador do TPI, Karim Khan, em visita a Bucha, Ucrânia   -   Direitos de autor  FADEL SENNA/AFP or licensors

"Uma cena de crime": foi desta forma que o procurador do Tribunal Penal Internacional descreveu a Ucrânia, onde se multiplicam os relatos de atrocidades com a retirada de tropas russas de zonas previamente ocupadas.

Karim Khan visitou Bucha, o subúrbio da capital, Kiev, que se tornou sinónimo dos horrores atribuídos a soldados do Kremlin.

O procurador explicou que ele e a equipa de investigadores do TPI se deslocaram ao país "porque há boas razões para pensar que crimes da competência do Tribunal foram cometidos".

Se houve crimes, os juízes devem decidir se devem ser emitidos mandados ou convocações. Mas é preciso ir passo a passo.

Temos uma equipa de cientistas forenses, analistas, investigadores e advogados, para podermos garantir que separamos a verdade da ficção e avançamos, insistindo no direito de cada indíviduo, criança, mulher e homem, de ter a sua vida protegida e não arbitrariamente visada.
Karim Khan
procurador do Tribunal Penal Internacional

O Tribunal, com base em Haia, investiga especificamente crimes de guerra, contra a humanidade e genocídio.

Se a ONU e a maioria dos países ocidentais continuam a evitar, deliberadamente, usar a palavra, o presidente norte-americano já definiu a atuação das tropas russas de "genocídio", acusação rejeitada pelo Kremlin que afirma que os alegados crimes de guerra foram encenados.