Missil russo terá matado dezenas de civis abrigados numa escola

Atingido por um missil na tarde de sábado, o edifício da escola ardeu por mais de quatro horas
Atingido por um missil na tarde de sábado, o edifício da escola ardeu por mais de quatro horas Direitos de autor AP Video
De  Teresa Bizarro com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No momento do ataque mais de 50 pessoas estariam na cave do edifício que ficou totalmente destruído

PUBLICIDADE

Mais de 50 pessoas podem mortas estar debaixo dos escombros de uma escola em Bilogorivka, na região independentista de Luhansk, na Ucrânia. O edifício foi atingido por um míssil russo este sábado, desencadeando um incêndio que levou várias horas a controlar.

As imagens do trabalho das equipas de emergência foram captadas e divulgadas pela administração militar de Luhansk. Segundo o governador da província, a escola servia de abrigo para quase uma centena de pessoas. Testemunhas dizem que pelo menos 50 ucranianos estavam na cave do edifício no momento da explosão.

"Muito provavelmente, todas as 60 pessoas que permanecem debaixo dos escombros estão agora mortas", escreveu governador Serhiy Haidai na rede social Telegram. 

Até agora foram resgatados apenas dois corpos dos escombros, 30 pessoas foram retiradas com vida.

Bilogorivka está numa das regiões industriais do bloco oriental ucraniano conhecido como Donbass. Desde que não conseguiu capturar a capital da Ucrânia, é ali que a Rússia tem concentrado a ofensiva, onde separatistas apoiados por Moscovo combatem as forças leais a Kiev desde 2014.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucranianos em Portugal remam a favor da maré

Ucrânia diz que atingiu mais um navio de guerra russo

Rússia prepara desfile militar do Dia da Vitória