This content is not available in your region

Putin pede reforço da cooperação entre os países do BRICS

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Vladimir Putin discursa na cimeira do BRICS
Vladimir Putin discursa na cimeira do BRICS   -   Direitos de autor  Yin Gang/Xinhua

Vladimir Putin participou na cimeira virtual dos BRICS, com um discurso onde não fez quase referência à Ucrânia, mas criticou fortemente o ocidente. O presidente russo apelou ao reforço da cooperação entre os cinco parceiros.

"Apenas com base numa cooperação honesta e mutuamente benéfica podemos procurar formas de sair da situação de crise que se desenvolveu na economia mundial devido às ações mal concebidas e egoístas de certos países", afirmou.

Uma cooperação com o objetivo de mudar a ordem mundial. Putin disse: "Estamos convencidos de que agora, mais do que nunca, a liderança dos países BRICS é necessária para desenvolver um rumo unificador e positivo para a formação de um sistema verdadeiramente multipolar de relações intergovernamental".

Segundo o presidente da Rússia, os Brics poderiam contar com o apoio de "vários países da Ásia, África e América Latina que aspiram a prosseguir uma política independente".

O Presidente chinês, Xi Jinping, criticou as sanções impostas à Rússia na sequência da invasão da Ucrânia e "os esforços de alguns países para manterem o seu poder político e militar".

O BRICS é o grupo dos países mais avançados entre as economias emergentes - Rússia, China, Índia, África do Sul e Brasil. Dos cinco, apenas o Brasil impôs sanções à Rússia pela invasão da Ucrânia.