Bombardeamentos russos voltam a Kiev

Edifício de nove andares ficou parcialmente destruído
Edifício de nove andares ficou parcialmente destruído Direitos de autor Nariman El-Mofty/AP
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Menina de sete anos foi retirada viva dos escombros de um edifício de nove andares que ficou parcialmente destruído.

PUBLICIDADE

Os bombardeamentos estão de volta à capital ucraniana. Kiev acordou este domingo com o som de quatro explosões, por volta das seis e meia da manhã, pela hora local.

Um dos mísseis, provavelmente disparados a partir da Bielorrússia, caiu numa zona residencial de Kiev e fez vários feridos.

O edifício de nove andares ficou parcialmente destruído. O presidente da câmara, Vitaly Klichko, diz que há vítimas, mas ainda não há certeza sobre os números.

Duas pessoas foram hospitalizadas e uma menina de sete anos foi retirada viva dos escombros. Esta é a primeira vez em três semanas que a capital ucraniana é alvo das bombas russas. Este ataque acontece um dia depois da entrada em vigor do recolher obrigatório entre as 23 horas e as cinco, que se mantém pelo menos até ao dia 3 e faz temer um regresso em força das ofensivas russas contra Kiev e as zonas circundantes.

A Rússia tem vindo, nas últimas semanas, a concentrar os esforços de guerra no leste da Ucrânia, mas volta agora a bombardear a capital.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia volta a bombardear Kiev

Forças ucranianas abandonam Severodonetsk

Alemanha quer solução para exportar trigo ucraniano