This content is not available in your region

Líderes do G7 recebidos com protestos em Garmisch-Partenkirchen

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
euronews_icons_loading
Líderes do G7 recebidos com protestos
Líderes do G7 recebidos com protestos   -   Direitos de autor  AP Photo

Enquanto os líderes das principais economias mundiais se reuniam numa estância de luxo na Baviera, isolados do resto do mundo, a pouco mais de 10 quilómetros cerca de 900 pessoas participavam numa manifestação para chamar a atenção para a necessidade de combater as alterações climáticas.

Uma ação de luta motivada pela falta de confiança na classe política. Um dosparticipantes dizia esperar da cimeira "apenas decisões que façam os pobres do mundo ainda mais pobres e que contribuam para aumentar a fome, uma vez que os interesses do crescimento económico são contrários aos interesses dos pobres e do ambiente".

Os manifestantes tomaram conta de Garmisch-Partenkirchen, que durante a cimeira parece em grande parte uma cidade fantasma, com ruas fechadas ao trânsito e vários residentes a optarem por deixar a cidade para evitar a confusão.

Além dos manifestantes, a nova e temporária população local incluiu cerca de três mil jornalistas destacados para a cimeira. Segurança, também não falta, com cerca de 18 mil agentes de polícia mobilizados para o encontro do G7.