Laboratório dinamarquês aumenta produção da única vacina da varíola dos macacos

Surto de varíola dos macacos
Surto de varíola dos macacos Direitos de autor AP/AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Bavarian Nordic, com sede em Copenhaga, acredita que consegue satisfazer as necessidades globais.

PUBLICIDADE

Um laboratório dinamarquês é o fabricante da única vacina aprovada contra a varíola dos macacos e, com o aumento das encomendas nas últimas semanas, está a aumentar a produção. A Bavarian Nordic, com sede em Copenhaga, acredita que consegue satisfazer as necessidades globais. Os Estados Unidos já encomendaram 500 mil doses e 100 mil estão destinadas à União Europeia.

Acreditamos que temos as coisas sob controlo, estamos a monitorizar cuidadosamente a procura global diariamente. Temos uma força de trabalho interna que está a analisar todos os pedidos que recebemos, por isso diria que estamos a controlar bem a situação.
Rolf Sass Sørensen
Vice-presidente de Relações com Investidores, Bavarian Nordic

Foram notificados mais de 4 mil casos em todo o mundo, quase mil em 19 países da União Europeia. Portugal registou 365 infeções segundo números da Direção-Geral da Saúde. A doença, descoberta na Dinamarca em 1958, é menos virulenta e contagiosa do que a variante humana. Para já, a Organização Mundial da Saúde descarta uma situação de emergência, mas mantém a vigilância.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

OMS declara varíola dos macacos como emergência sanitária global

Rei da Suécia entrega os Prémios Nobel de 2023

Primeira vacina contra vírus chikungunya é aprovada nos Estados Unidos