Ex-polícia condenado por assalto ao Capitólio dos EUA

Thomas Webster foi condenado a 10 anos de prisão por participar no assalto ao Capitólio
Thomas Webster foi condenado a 10 anos de prisão por participar no assalto ao Capitólio Direitos de autor AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Thomas Webster foi condenado a 10 anos de prisão por participar no assalto ao Capitólio, em Washington, no dia 06 de janeiro de 2021. Webster foi filmado a agredir um polícia durante a invasão

PUBLICIDADE

Um tribunal dos Estados Unidos da América condenou, esta sexta-feira, Thomas Webster a 10 anos de prisão por participar no assalto ao Capitólio, em Washington, no dia 06de janeiro de 2021.

Webster, um antigo marine e polícia de Nova Iorque, de 56 anos, foi filmado a agredir um agente da polícia durante a invasão do edifício pelos apoiantes do antigo presidente Donald Trump.

O advogado de defesa, James Monroe, afirmou que "hoje, o Sr. Webster foi responsabilizado pelas suas ações no Capitólio no dia seis de janeiro. Espero que depois de hoje, como americanos, possamos juntar-nos e começar a falar de coisas como perdão, e bondade e paz.".

Durante o processo, os advogados de Thomas Webster alegaram que o homem agiu em legítima defesa.

Há mais de 700 pessoas acusadas de vários crimes relacionados com o assalto ao edifício do Congresso norte-americano, segundo o Departamento de Justiça.

Esta é a maior condenação, até hoje.

Cinco pessoas morreram e 140 ficaram feridas durante a invasão do edifício do Capitólio de uma multidão de apoiantes do ex-presidente Donald Trump durante uma sessão conjunta da Câmara e do Senado para ratificar a vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais de novembro de 2020.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Congressistas lembram momentos de angústia no ataque ao Capitólio

Trump paga 175 milhões de dólares para evitar apreensão de bens em caso de fraude

Trump diz que não tem dinheiro para pagar caução de 454 milhões de dólares ao tribunal