Apple proibida de vender iPhones sem carregadores no Brasil

Loja Apple
Loja Apple Direitos de autor Andy Wong/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As autoridades brasileiras multaram a Apple e proibiram a marca norte-americana de vender iPhones sem carregadores no país

PUBLICIDADE

A justiça brasileira ordenou à Apple que volte a incluir o carregador na venda do iPhone no Brasil

Os tribunais brasileiros dizem que vender o telefone sem carregador é uma prática discriminatória que dá aos clientes um produto incompleto.

A Apple deixou de fornecer carregadores com iPhones na maioria dos países há dois anos, com o objetivo de reduzir o desperdício. Agora só fornece um USB-C ao cabo Lightning . 

A marca norte-americana, que foi multada  em 12,2 milhões de reais (cerca de 2,3 milhões de euros),  diz que vai recorrer da decisão do Brasil.

O Departamento de Defesa do Consumidor brasileiro diz que a Apple é uma "infratora reincidente" já que não cessou as vendas de telemóveis sem carregador, apesar de ter recebido diversas multas dos órgãos regionais brasileiros de defesa do consumidor.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Apple obrigada a deixar de vender o iPhone 12 em França devido a elevados níveis de radiação eletromagnética

"Greenwashing" proibido pelo Parlamento Europeu

EUA e Reino Unido lançam ataques contra alvos Houthi no Iémen