Parlamento Europeu condena repressão iraniana

Parlamento Europeu
Parlamento Europeu Direitos de autor Diritti d'autore The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews com EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

União Europeia pode sancionar o Irão pela forma como lidou com as manifestações contra a morte de Masha Amini

PUBLICIDADE

O Parlamento Europeu pediu esta quinta-feira a libertação de todas as pessoas que foram presas durante os protestos contra a morte de Masha Amini. Os eurodeputados também pediram ao governo iraniano para permitir que uma autoridade "independente" conduza "uma investigação imparcial" sobre a morte de Amini e sobre as "alegações de tortura e maus-tratos" durante a detenção da jovem de 22 anos.

A resolução do parlamento coincide com as declarações do Alto Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros, que confirmou que este mês os 27 vão discutir a aplicação de possíveis sanções contra o Irão pela forma como lidou com as manifestações.

O país vive a terceira semana de protestos, que assumiram várias formas, desde protestos nas ruas e universidades a gestos de desobediência como a remoção do véu em espaços públicos ou o corte de cabelo.

Segundo a televisão estatal do Irão, 41 pessoas terão morrido na sequência das manifestações mas organizações de direitos humanos falam em mais de noventa mortos nas duas últimas semanas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Parlamento Europeu celebra 70 anos

Protestos no Irão fazem 76 mortos e 1200 detidos

Alessandra Mussolini foi insultada e agredida em Estrasburgo