G7 vai "pedir contas" a Putin

Dirigentes do G7 e UE em reunião virtual
Dirigentes do G7 e UE em reunião virtual Direitos de autor AP/AP
De  João Peseiro Monteiro
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os bombardeamentos russos do início da semana motivaram uma reunião de urgência dos dirigentes do G7 e da União Europeia. Presidente ucraniano pediu dinheiro e armas para criar escudo antiaéreo.

PUBLICIDADE

O G7 vai "pedir contas" a Vladimir Putin. Os dirigentes dos sete países mais ricos do planeta e da União Europeia reuniram-se ontem de forma virtual com o presidente da Ucrânia depois da guerra ter tomado conta dos céus do país nos últimos dois dias. Volodymyr Zelenskyy reclamou dinheiro e armamento para criar um escudo antiaéreo.

Desde segunda-feira foram lançados mais de 100 mísseis e dezenas de ataques com drones. No primeiro dia morreram pelo menos 19 pessoas e mais de uma centena ficaram feridas. A maioria dos alvos eram estruturas civis, como áreas residenciais e centrais energéticas.

Zaporíjia, que alberga a maior central nuclear da Europa, foi uma das regiões onde as bombas caíram.

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica, Rafael Grossi, reuniu-se ontem com o presidente russo, Vladimir Putin.

Ocupada pelas forças russas desde Março, a batalha continua em redor da central nuclear. Russos e ucranianos lançam acusações mútuas ao mesmo ritmo que tiros de artilharia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Protestos na Europa contra ataques russos na Ucrânia

Rússia e Ucrânia acusam-se de terrorismo em Asssembleia-geral da ONU

Secretário da Defesa dos EUA diz que NATO será arrastada para a guerra se Ucrânia perder