Líderes finlandeses apoiam vedação na fronteira russa

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Espetro de migração em larga escala ganhou dimensão desde que Putin anunciou mobilização para a Ucrânia
Espetro de migração em larga escala ganhou dimensão desde que Putin anunciou mobilização para a Ucrânia   -  Direitos de autor  AFP

Aumenta cada vez mais o apoio à proposta da guarda-fronteiriça da Finlândia que pretende a construção de uma vedação ao longo da fronteira com a Rússia. Desta feita, foram os líderes dos principais partidos finlandeses a defender a medida, que implica erguer uma barreira parcial, cobrindo uma extensão de 130 a 260 quilómetros.

Recorde-se que, no total, a fronteira da Finlândia com a Rússia estende-se por 1340 quilómetros, o que configura a maior linha de demarcação de toda a União Europeia.

A primeira-ministra Sanna Marin afirma que quer garantir o apoio às forças fronteiriças, para que possam "conduzir um controlo eficaz" e para que estejam "preparadas para situações extremas".

O espetro de uma migração em larga escala ganhou maior dimensão desde que Vladimir Putin anunciou a mobilização de reservistas para a Ucrânia. Os números de entrada de cidadãos russos na Finlândia começaram a multiplicar-se por oito. 

A construção pode demorar entre três e quatro anos, mas a decisão final só deverá ser tomada após as eleições legislativas, em abril do próximo ano.