Alunos ao lado dos professores da Hungria

Protesto de professores na Hungria
Protesto de professores na Hungria Direitos de autor ATTILA KISBENEDEK/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cerca de mil estudantes manifestaram-se em Budapeste

PUBLICIDADE

O mau tempo não travou o protesto dos estudantes na Hungria. Na noite desta sexta-feira, cerca de mil alunos percorreram as ruas do centro de Budapeste em solidariedade com os professores do país que continuam o braço de ferro com o executivo. Pedem reformas urgentes e aumentos salariais.

Uma das manifestantes contou à Euronews que falou com muitos dos antigos professores e todos lembraram as dificuldades que estão a atravessar. Quer ajudá-los, e diz que os jovens merecem uma educação melhor e um futuro melhor.

Na capital húngara, na semana passada, mais 8 professores foram despedidos por participaram num protesto. Há escolas que fizeram uma pausa porque não têm professores suficientes.

Os professores apelaram à desobediência civil para exigir salários mais elevados. Depois de um protesto nacional de professores no início deste ano, o governo do primeiro-ministro Viktor Orbán restringiu o direito à greve.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Manifestação pelo direito à greve

Hungria começa a aplicar nova lei sobre imigração e aperta regras para autorizações de residência

Orbán compra caças suecos e anuncia estar preparado para dar luz verde à adesão da Suécia à NATO